Gospel Reflections

Feast of Christ the King

Feast Day Reflection by Sister Rebeca Spires

Published: November 23, 2014

Hoje é a festa do Rei! Alegria! Ele, Rei do Universo todo, tem todo poder sobre todas as coisas, pessoas, sistemas, nações, povos, natureza. Ele tudo pode e nada pode detê-lo. E ele está do nosso lado, nos escolheu. Ele preferiu os pobres, fracos, excluídos. É bom fazer parte desta turma!

E isso é para lá de maravilhosa porque cá estamos nós encarando e convivendo num mundo cheio de violência, exclusão, corrupção, mentira, etc. etc. etc. Como uma pessoa de nosso bairro comentou recentemente, “Esta luta não é tanto como Davi contra Golias; é mais para Davi contra Godzila.” Pois é assim que sentimos. Lutamos com um inimigo tão forte e poderoso e nós tão pequenos e frágeis. Nesta luta desigual lá vem ele todo poder: “Vai destruir todo principado e todo poder e força do mal.” (2ª leitura)

Ao mesmo tempo ele é todo ternura. “Vou tomar conta dos meus, dar comida e repouso, resgatar os perdidos, enfaixar a perna quebrada, fortalecer o doente...” (1ª leitura). Em Isaias ele diz: “Não temas, meu povo, eu te salvei. Chamo-te pelo nome, tu és meu. Nem fogo te queima, nem água te afoga, pois contigo estou... És precioso para mim... é a ti que eu quero.” (Is 43,1-4). E ainda: “quantas vezes eu quis reunir teus filhos como a galinha reúne os pintinhos debaixo das asas.” (Lc 13,34) E não fosse as palavras dele, olhe só o que nos diz em mil imagens: uma mãe amamentando, um pai brincando com seu filho, um botão de flor abrindo, um passarinho cantando, a lua linda todas as noites... Ele é ternura pura, e força infinita.

Concluímos o ano com esta certeza e garantia. A vitória é do bem, do Reino de amor e caridade, de verdade e serviço, de carinho e solidariedade. O alicerce do Reino é os próprios pobres; ao contrário os ricos, soberbos e poderosos são derrubados e excluídos. Este Reino é garantido, sim e nós somos parte dele.. Ao mesmo tempo depende de nós completar, tornar real no aqui e agora este Reino. No evangelho Ele nos diz como. (Mt25, 34-36) Ele declara seu posicionamento com os pobres ao ponto de se identificar com eles. (Mt25, 40 e 45) É neles que nós o encontramos; é neles que podemos servi-lo; é convivendo com eles e assumindo suas dores que estamos o abraçando; é assim que vem a nós o Reino dele. Não tem meio termo. Quem não está com ele se exclui deste Reino de amor e não tem desculpa.

Já na semana que vem entramos no tempo da esperança: o Rei todo poderoso vem a nós um bebezinho sem nem casa para nascer. Aí que está: a força de nosso Rei todo-poderoso é justamente na sua pequenez, sua fragilidade, sua fraqueza. Viva nosso rei que tudo vence!

 

« View all Gospel Reflections