Gospel Reflections

25th Sunday of Ordinary Time

Marcos 9:30-37

Sunday Gospel Reflection by Irmã Sandra Araújo dos Santos

Published: September 20, 2015


Vamos salientar três aspectos nesta leitura de hoje. O afastar-se para ensinar, o ato de fazer a pergunta e ensinamento.

Jesus se afastou e não queria que ninguém soubesse onde estava porque ia ensinar seus discípulos. Jesus sendo o mestre sabia da necessidade constante de seus seguidores entenderem o máximo possível do projeto dele para a humanidade. Sabia também, o quanto como seres humanos somos lentos no processo de aprender. Então ele carinhosamente ensinava sempre e de novo.

O segundo aspecto é da pergunta certa, os discípulos assustados com aquela declaração de Jesus de que iria ser morto e ainda, que ressuscitaria, não sabiam como perguntar e por isso calaram. A falta de compressão os levou a ignorar o que Jesus tinha dito. Neste momento, vemos a humanidade dos discípulos que mesmo tendo escutado Jesus falar de algo tão sério, ficaram preocupados consigo mesmos, perguntando-se quem seria o maior.

E por fim o aspecto do ensinamento de Jesus. Ele mesmo com pessoas corriqueiras, usa o elemento da surpresa para desarmar e desta forma ensinar seus amigos. Ao pegar a criança Jesus chama atenção para algo que pode estar muito perto de nós e passar despercebido na nossa vivencia da fé e do compromisso. Neste caso pegou a criança

Considerações: Em nossa missão diária corremos o risco de ficarmos tão afogados em atividades sem tempo para rememorar, recordar o que vivemos que por vezes podemos agir de maneira rasa e descomprometida com a vida. Não percebemos as realidades sérias com as quais nos deparamos diariamente. A criança neste texto nos convoca a prestar atenção e aprender das situações mais corriqueiras da vida e não deixarmos passar despercebidos os aspectos mais importantes. Por fim agradecemos a nosso Deus Ternura maior por sua imensa paciência para conosco em nossas limitações.

 

 

 

« View all Gospel Reflections